DANÇAS COM HISTÓRIA
NA QUINTA DA REGALEIRA


"Síntese entre Natureza e Cultura, a dança é o símbolo privilegiado da condição humana, enquanto atividade espontânea e universal." - Wéry (1992)

Sinopse
"Existem indícios de que o homem dança desde os tempos mais remotos. Todos os povos, em todas as épocas e lugares dançaram. Dançaram para expressar revolta ou amor, reverenciar ou afastar deuses, mostrar força ou arrependimento, rezar, conquistar, distrair, enfim, viver!" 
(TAVARES, 2005, p.93)


30 JUL  |  11h00
Medieval: Da Carola à Pavana

Manifestações bailatórias no universo do panorama cultural ibérico  com raízes arianas e celtas, judias e árabes e ainda danças que, com real pompa e majestoso aparato, celebravam grandes e pomposas festividades, nos sec XIV e XV.


27 AGO  |  11h00
Renascimento: O Alvorecer da Dança como Arte

"...a dança, nestes tempos da Renascença,  tem  um significado filosófico estético e moral, acreditando-se que a harmonia dos movimentos da dança reflete a harmonia no governo, na natureza e no universo…"

A partir do sec XV a dança é considerada uma atividade moral e educativa, recomendada como exercício para o corpo e para o espírito, requisito indispensável à formação da dama e do cortesão. Surgem os primeiros Tratados de Dança, manuscritos e impressos.


24 SET  |  11h00   [ adiado para 1 OUT ]
Século XVII: Da Country Dance à Contredance

Conhecida como forma de dança desde 1500 de origem rural a Country Dance é adoptada na corte isabelina

“…almost every night the queen is in the presence, to see the ladies dance the old and new country dances…”

No sec XVII as Country Dances chegam às capitais europeias, onde, a partir de França tomarão o nome de Contredanses


29 OUT  |  11h00
Século XX: Os Anos 30

O estilo musical em ascensão, em meados dos anos 30 era o swing, estilo de jazz próprio para dançar e logo adotado para  estimular a população (esmagada pela recessão desde o crash da bolsa em 29) a consumir e a divertir-se.
Além do swing ficam famosos, entre outros, o Foxtrot, o Quick Step, a Rumba e o Tango.


26 NOV  |  11h00  [ adiado para 3 DEZ ]
Medieval: Da Carola à Pavana

Manifestações bailatórias no universo do panorama cultural ibérico  com raízes arianas e celtas, judias e árabes e ainda danças que, com real pompa e majestoso aparato, celebravam grandes e pomposas festividades, nos sec XIV e XV.


NOTA: Em todos os espetáculo o público é convidado a dançar uma última dança.

___

Local: Portal dos Guardiães
Acesso: Incluído no bilhete de visita à Quinta da Regaleira